I Concurso
Nacional
de Cordas "Vasco Barbosa"


    Camerata Atlântica | Ana Beatriz Manzanilla

    Nos últimos anos, Portugal tem sido agraciado com a postura enérgica da violinista venezuelana Ana Beatriz Manzanilla, que tanto tem feito para potencializar o estímulo dos nossos jovens estudantes de cordas.

    Muito recentemente, a sua ação tornou-se ainda mais rica com a formação da Camerata Atlântica, pequena orquestra já amplamente reconhecida como uma das melhores do panorama nacional.

    Precisamente por não duvidar da seriedade e empenho dos projetos assinados por Ana Beatriz Manzanilla, a APARM aceitou associar-se institucionalmente à criação do Concurso Nacional de Cordas Vasco Barbosa.

    Com este, a Camerata Atlântica pretende, simultaneamente, prestar um tributo e dar a conhecer às gerações mais novas o grande vulto que é Vasco Barbosa.

    Tendo-se apresentado em público pela primeira vez aos 7 anos, o violinista não mais deixou de surpreender o público, sendo um reconhecido solista de nível mundial.

    Esse mesmo mérito granjeou-lhe vários prémios e condecorações ao longo da sua vasta carreira, como o Prémio Guilhermina Suggia, o Oscar de Imprensa de 1962, o Prémio Moreira de Sá, o Prémio da Secretaria de Estado da Cultura de 1972, o Prémio Almada, em 2002, assim como a condecoração da Ordem Militar de Santiago da Espada.

    No âmbito do presente concurso será, igualmente, acarinhado o repertório português para instrumentos de cordas, no sentido, da valorização, não apenas dos jovens que se formam no nosso país, mas, também da literatura musical de compositores lusos.

    Enquanto Presidente da APARM, apenas me resta desejar que o Concurso Nacional de Cordas Vasco Barbosa venha a beneficiar de muitas edições.


    Jenny Jerónimo Silvestre
    (Presidente da APARM)

    I Concurso Nacional de Cordas Vasco Barbosa
    Camerata Atlântica | Ana Beatriz Manzanilla

    Produção APARM Academia Portuguesa de Artes Musicais

    Parceiros:
    ESCOLA SUPERIOR DE MÚSICA DE LISBOA / ANTENA 2 / Centro Cultural de Belém / OPART - Teatro Nacional de São Carlos / Intermúsica / Edições Musicais AVA

    Laureados do I Concurso Nacional de Cordas “Vasco Barbosa”


    Violino Categoria Infantil

    Primeiro Prémio
    Francisco Esteves - Escola de Música do Conservatório Nacional
    Segundo Prémio
    Inês Alves Soares - Escola Profissional de Música de Espinho
    Terceiro Prémio
    José Manuel Barbosa - Academia de Música de Sta. Maria da Feira
    Menção Honrosa
    Vasco Sequeira - Escola de Música do Conservatório Nacional


    Violino Categoria Juvenil

    Primeiro Prémio
    Maria Francisca de Portugal Ferreira - Escola Profissional e Artística do Vale do Ave ARTAVE
    Segundo Prémio
    José Nuno Matias - Academia de Música de Lagos
    Terceiro Prémio
    Catarina Isabel Ferreira - Orfeão de Leiria, Conservatório de Artes


    Viola Categoria Infantil

    Primeiro Prémio
    Não atribuído
    Segundo Prémio
    Não atribuído
    Terceiro Prémio
    Teresa Caleiro - Academia de Música de Santa Cecília
    Menção Honrosa
    Sílvia da Rocha - Escola Profissional de Música de Viana do Castelo


    Viola Categoria Juvenil

    Primeiro Prémio
    Miguel Sobral Sobrinho - Escola de Música da Metropolitana
    Segundo Prémio ex aequo
    Beatriz Amado Acosta - Escola de Música Nossa Senhora do Cabo e
    Pedro Manuel Marques - Conservatório de Música do Porto
    Terceiro Prémio
    Mariana Moreira - Academia de Música de Santa Cecília


    Violoncelo Categoria Infantil

    Primeiro Prémio ex aequo
    António Cortez Marques - Instituto Gregoriano de Lisboa e
    Matte Lafiton - Academia de Música de Lisboa
    Segundo Prémio
    Não atribuído
    Terceiro Prémio ex aequo
    Anna Mouradian - Escola de Música Nossa Senhora do Cabo e
    Tomás Juhos - Academia de Música de Santa Cecília


    Violoncelo Categoria Juvenil

    Primeiro Prémio
    Inês Paiva - Escola Profissional e artística do Vale do Ave ARTAVE
    Segundo Prémio
    José Tiago de Azevedo e Silva - Academia de Música de Lisboa
    Terceiro Prémio
    Não atribuído
    Menção Honrosa
    Anna Juhász - Conservatório-Escola Profissional das Artes da Madeira


    Contrabaixo Categoria Única

    Primeiro Prémio ex aequo
    Domingos Ribeiro - Escola Superior de Música de Lisboa e
    José Trigo - Escola Profissional e Artística do Vale do Ave ARTAVE
    Segundo Prémio
    Nuno Osório - Escola Profissional e Artística do Vale do Ave ARTAVE

  • Concurso celebra a arte do violinista Vasco Barbosa


    Chama-se Concurso Nacional de Cordas Vasco Barbosa e é, como o nome indica, uma competição para jovens instrumentistas de cordas (violino, violeta, violoncelo e contrabaixo) portugueses ou residentes em Portugal há pelo menos três anos, que tem este ano a primeira edição. O título do concurso pretende homenagear o grande violinista português Vasco Barbosa, um dos grandes intérpretes portugueses do século XX, no ano em que completa 85 anos. Vasco Barbosa presidirá aliás ao júri dos violinos.

    A organização cabe à Camerata Atlântica e à sua fundadora e diretora artística, a violinista (toca na Orquestra Gulbenkian) de origem venezuelana Ana Beatriz Manzanilla. Para violinistas, violetistas e violoncelistas, há duas categorias: a infantil, dos 11 aos 14 anos; e a juvenil, dos 15 aos 18 anos. Já para os contrabaixistas, há uma única categoria, que contempla intérpretes entre os 16 e os 22 anos.

    A inscrição tem um custo de 50 euros e pode ser feita até esta quinta-feira, dia 9 através do site acapam.org.

    As eliminatórias realizam-se no dia 9 de maio, na Escola Superior de Música de Lisboa e as finais no dia seguinte, no Teatro Nacional de São Carlos. O Concerto dos laureados será no dia 7 de junho, no CCB, sendo os vencedores em cada categoria/instrumento acompanhados pela Camerata Atlântica, sob a direção de Ana Beatriz Manzanilla. Saliente-se que nas eliminatórias, a peça obrigatória é sempre de um autor português, pretendendo-se assim homenagear e perpetuar (nas novas gerações de intérpretes) a dedicação à música e aos compositores portugueses, tal como Vasco Barbosa demonstrou ao longo de toda a sua carreira, inclusivé com numerosas peças que tocou em estreia e/ou de que foi dedicatário.

    O Concurso não tem prémios pecuniários para os vencedores, antes (além dos diplomas): participação no Concerto dos Laureados e gravação de concerto para a Antena 2 (1.º Prémio), CD's e material didático (2.º Prémio), material didático (3.º Prémio).

    Bernardo Mariano in Diário de Notícias, 7 Abril 2015